TIPOS DE EMPRÉSTIMOS E NORMAS INTERNAS DA COOPERATIVA-Versão 01/06/2017.

Conforme decisão do Conselho de Administração, a partir de hoje, os tipos e condições para empréstimos serão os seguintes:

  1. EMPRÉSTIMOS COMUNS: até o valor equivalente a 08 vezes o capital integralizado e corrigido, mais 15 vezes o saldo médio em conta de depósito nos últimos 03 meses respeitando os critérios do item “g” nas observações abaixo,   mais o saldo remanescente da Conta de Depósito a Prazo, desde que firme compromisso por escrito, deixando esses valores como lastros para liquidação parcial ou total do empréstimo.  A taxa de juros e encargos é de 1,15% ao mês sobre o saldo devedor, em até 48 meses, respeitando os critérios dos itens “k” e “L” nas observações abaixo. A liberação será de acordo com  as disponibilidades da Cooperativa;
  2. EMPRÉSTIMO EM PARALELO: A diferença entre o saldo devedor e proporcionalidade acima, com juros e encargos de 1,7% ao mês sobre o saldo devedor, com prazo máximo de 24 meses. A liberação será de acordo com as disponibilidades da Cooperativa, respeitando os critérios do item “k” nas observações abaixo;
  3. “CREDIEXPRESSO”: Proveniente de recursos próprios ou de empréstimo da CECRESP,  com juros e encargos de 1,7% ao mês sobre o saldo devedor, limitado a 5 (cinco) pagamentos, desde que observada a diferença de proporcionalidade entre o saldo devedor ou devedores dos empréstimos acima, respeitando os critérios do item “k” nas observações abaixo;
  4. EMPRÉSTIMO DE EMERGÊNCIA: Corresponde à diferença entre o saldo ou saldos devedores acima, mais juros e encargos de 1,7% ao mês sobre o saldo devedor, em até 10 meses. Este tipo de empréstimo engloba problemas financeiros com doença, morte, calamidade, odontológico, despesas escolares, etc. Pagamento imediato, sujeito à comprovação em 30 dias após a liberação, respeitando os critérios do item “k” nas observações abaixo;
  5. EMPRÉSTIMO PARA FUNERAL: este tipo de empréstimo sem juros ou encargos financeiros, tem por finalidade liberar ao associado no máximo R$1.500,00 em 10 parcelas iguais e consecutivas, descontadas em folha de pagamento, por ocasião do falecimento de algum parente ascendente ou descendente e/ou, independente de proporcionalidade com capital e/ou saldo devedor, respeitando os critérios do item “k” nas observações abaixo.
  6. CHEQUE ESPECIAL PARA COBERTURA DE CONTA CORRENTE: Desvinculado de proporcionalidade, com limite de até R$5.000,00 (cinco mil reais),  com  juros e encargos de 4,00% ao mês, somente mediante contrato previamente assinado e aprovado;

OBSERVAÇÕES: 

  1. a) o tomador não poderá comprometer mais que 30% do salário base, com exceção aos associados que tenham até 3 anos de empresa o comprometimento não poderá ultrapassar a 25% do salário base, com teto máximo para empréstimos no valor de R$200.000,00 (duzentos mil reais) por associado, exceção aos casos daqueles que mantenham aplicação financeira na Cooperativa, havendo neste caso lastro particular do associado;
  1. b) é vedado o “estouro” em folha de pagamento;
  1. c) as prestações serão pagas unicamente através de desconto em folha de pagamento, exceções deverão ser autorizadas pelo Conselho de Administração e no caso de ex-associados, descendentes, ascendentes e esposa, o pagamento será através de boleto bancário , débito em conta corrente ou depósito bancário.
  1. d) não será exigido avalista até o limite do salário do solicitante, adicionado ao capital integralizado e corrigido do associado, exceção aos funcionários que não possuam 01 ano de Empresa, os quais deverão apresentar até 04 avalistas a critério do Conselho de Administração.

Para associados afastados pelo INSS, Aposentados, ex-associados, descendentes, ascendentes e esposa, será obrigatório a apresentação de  pelo menos 01 avalista que esteja na ativa, no caso do valor ser superior a cota de capital e/ou lastro de aplicação financeira.

  1. e) O montante de comprometimento do associado como avalista que possua até 05 anos de Empresa, não poderá ultrapassar no máximo 5 vezes o seu salário   e aquele com mais de  05 anos de Empresa, em até 10 vezes o seu salário.
  1. f) As novas solicitações de empréstimos somente serão concedidas após pagas 1/3 das mensalidades do (s) empréstimo(s), em andamento, com um mínimo de 6 parcelas e a aprovação dependerá do histórico particular de cada associado, discutido pelo Conselho de Administração em reunião quinzenal, exceção àqueles que não possuam 01 (um) ano de empresa “que nesse caso não podem solicitar”.
  1. g) Funcionários com até um ano de Empresa, associados aposentados e afastados pelo INSS e associados readmitidos e/ou eliminados, ex-associados, descendentes, ascendentes e esposa o limite para empréstimo será de no máximo 4 vezes o seu capital integralizado e corrigido.
  1. h) Associados readmitidos e/ou eliminados obedecerá como critério a data de readmissão para efeito de empréstimo e não o tempo de empresa.
  1. i) O valor da cota de capital a ser integralizada mensalmente será de 0,10%  (zero virgula vinte  por cento) sobre o valor total do saldo devedor.
  1. j) Critérios para concessão de empréstimos a novos associados:
  • de 01 a 12 meses de empresa até uma vez  o salário;
  • de 01 a 02 anos de empresa até duas vezes o salário mais uma vez o capital;
  • de 02 a 03 anos de empresa até três vezes o salário  mais uma vez o capital;
  • de 03 a 05 anos de empresa até quatro vezes o salário mais uma vez o capital;

–   acima de 5 anos de empresa serão observadas as regras aplicadas aos demais associados.

  1. k) – Os empréstimos terão seu limite máximo de prazo de acordo com o tempo de empresa do associado, como segue:
  • funcionários com até 06 meses de empresa, prazo máximo de 06 meses;
  • funcionários com até 12 meses de empresa, prazo máximo de 10 meses;
  • funcionários de 01 a  02 anos de empresa, prazo máximo de 12 meses;
  • funcionários de 02 a  03 anos de empresa, prazo máximo de 16 meses;
  • funcionários 03 a 05 anos de empresa, e associados afastados pelo INSS,

ex-associados  e seus ascendentes,  descendente e cônjuge que, quando em atividade, atendiam aos critérios estatutários de associação,

ascendentes, descendentes e cônjuge de associados que,  em atividade, atendem aos critérios

estatutários de associação

prazo máximo de 20 meses;

  • funcionários 05 a 10 anos de empresa, e associados aposentados, prazo máximo de 24 meses;
  • funcionários 10 a 15 anos de empresa prazo máximo em 30 meses;

–     funcionários 15 a  18 anos de empresa, prazo máximo de 36 meses;

–     funcionários 18 a  20 anos de empresa, prazo máximo de 42 meses;

–    funcionários com mais 20 anos de empresa, prazo máximo de 48 meses.

  1. L) A taxa de juros e encargos é de 1,50% ao mês sobre o saldo devedor para ex-associados, ascendente, descendente e cônjuge.
  1. M) – Associados que estão com parcelas atrasadas, somente poderão solicitar novos empréstimos após a quitação total, ou estar em dia com suas parcelas por 03 meses consecutivos.

Os critérios poderão ser alterados pelo Conselho de Administração da Credirhodia a qualquer momento, dependendo dos recursos financeiros disponíveis, bem como aprovar solicitações de prazos e valores diferentes das normas descritas acima.

Santo André, 01 de junho de 2017. 

CREDIRHODIA